MAMOPLASTIA DE AUMENTO
COIMBRA E LISBOA

Vídeos

SAIBA MAIS SOBRE A MAMOPLASTIA DE AUMENTO

O QUE É a mamoplastia de aumento?

Mamoplastia de aumento, também designada de aumento mamário, é uma cirurgia para aumentar o volume e modificar o contorno da mama.

QUEM TEM INDICAÇÃO PARA FAZER ESTA CIRURGIA?

As mulheres candidatas à cirurgia de aumento mamário são aquelas que:

  • consideram que as suas mamas são pequenas ou desproporcionadas em relação ao seu corpo;
  • têm uma ligeira ptose (mama “caída”);
  • têm uma assimetria mamária. Podem corrigir essa assimetria com uma cirurgia de aumento dos seios ou em casos em que a mama tenha perdido volume (“ficado vazia”), como após a gravidez ou algum emagrecimento significativo.
graus de ptose mamária - Colocação de um implante mamário - Ricardo - Carvalho

COMO É REALIZADA a Mamoplastia de Aumento?

A cirurgia consiste na introdução de um implante (também designado de prótese) na mama.

Existem várias técnicas para realizar a cirurgia mamária.

Com efeito, a introdução do implante pode ser feita através de uma pequena incisão, localizada em volta da aréola, no sulco inframamário ou na axila.

Onde pode ser colocado o implante?

Implante mamário
sem colocação do implante
Colocação de um implante mamário - Ricardo - Carvalho - Abordagem Submuscular
atrás do músculo grande peitoral
Colocação de um implante mamário - Ricardo - Carvalho - Abordagem Subglandular
atrás do tecido mamário (retro-glandular)
Colocação de um implante mamário - Ricardo - Carvalho - Abordagem Subfascial
atrás da fáscia (técnica subfascial)

Implantes mamários: Local, pelo qual, podem ser colocados

Implantes mamários: Onde colocar?

  • Colocação atrás do músculo: a colocação de implantes atrás do músculo permite resultados mais naturais, mas está associada a maior desconforto no pós-operatório imediato.
  • Colocação atrás do tecido mamário: a colocação de implantes atrás do tecido glandular permite resultados com decotes mais pronunciados.
  • Técnica subfascial: permite obter o melhor de cada uma das técnicas anteriores, ou seja, um resultado mais natural, sem o desconforto imediato associado à técnica submuscular.

De facto, a opção depende de vários fatores como, por exemplo, as características da mama ou o tipo de resultado pretendido pela mulher.

Próteses e decotes

Diferença entre colocar próteses redondas ou anatómicas (em gota), atrás ou à frente do músculo.

QUE TIPOS DE IMPLANTES MAMÁRIOS EXISTEM?

Existem implantes mamários com formatos anatómicos e redondos.

De uma forma muito simples, pode dizer-se que os implantes anatómicos são usados na cirurgia de reconstrução da mama ou nos casos em que se pretende um aumento mamário com aspeto muito natural. Os implantes redondos são usados quase exclusivamente na cirurgia de aumento mamário.

Além disso, existem implantes de volumes muito variados. A escolha do volume depende das características da mama (o seu tamanho antes da cirurgia) e do tipo de resultado desejado.

Implantes mamários: Formatos

A CIRURGIA DE AUMENTO DA MAMA COM PRÓTESES PODE SER REALIZADA SEM CICATRIZES?

Tal como todas as cirurgias, a mamoplastia de aumento não pode ser realizada sem cicatrizes.

A cicatriz pode ter várias localizações:

  • na axila;
  • na aréola;
  • no sulco inframamário .

O seu Cirurgião Plástico poderá explicar-lhe quais as melhores técnicas para que a cicatriz seja o mais impercetível possível.

cicatriz mamoplastia
onde podem ficar situadas as cicatrizes

Envie 3 fotografias

Faça a simulação da sua cirurgia plástica em 3D

Clique para enviar

MAMOPLASTIA DE AUMENTO
ANTES E DEPOIS

Arraste para o lado ou clique nas setas de navegação para ver mais fotografias.

  • Pré-operatório: esta jovem mulher apresentava uma atrofia severa da sua mama. Esta é uma sequela comum após a gravidez. A mama apresentava-se completamente vazia, sem projeção e com alguma flacidez (é possível ver o excesso de pele na zona inferior da aréola). O seu desejo era recuperar o volume perdido, aumento o tamanho da mama, a sua projeção, recuperando um decote acentuado, mas harmonioso.
  • Anestesia: para que a recuperação seja mais rápida e indolor, a cirurgia é realizada sob anestesia geral e complementada com bloqueios nervosos específicos, feitos pelo anestesista.
  • Próteses utilizadas: foram escolhidas próteses redondas, com projeção alta, nanotexturadas e de 425cc.
  • Técnica: foi realizada a técnica submuscular, com alça interna, ou seja, as próteses foram colocadas atrás do músculo e uma parte desse músculo fica a suster/ amparar a prótese, o que ajuda a que as próteses não descaiam tão rapidamente (também chamada de sutiã interno).
  • Pós-operatório: podemos ver nas imagens, após um mês da cirurgia, que a mama apesar de ainda estar um pouco inchada (edemaciada), apresenta um formato natural e um decote pronunciado, como a paciente pretendia. Ao longo do tempo de recuperação, o Cirurgião Plástico irá acompanhar a doente, com as recomendações para que a cicatriz possa ficar o mais bem disfarçada possível.
  • Resultados: as imagens mostram o resultado quatro meses após a cirurgia.